Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

A Neta da Luísa

A Neta da Luísa chama-se Bárbara. Tem 23 anos e um gosto incalculável pela escrita, moda, lifestyle e beleza. Não é uma expert em nenhum dos assuntos, mas tem uma paixão imensa por todos eles.

A Neta da Luísa

As minhas técnicas para poupar dinheiro nas férias

cb1734b6c1f726c14b69439d725db974.jpg

Imagem: Pinterest

 

Acredito que para muitos de vocês este post venha já um pouco tarde mas para mim só agora faz sentido, já que só agora me encontro efetivamente de férias. Como já referi, para mim as verdadeiras férias são aquelas que passamos fora de casa – seja para ir só passar o dia à praia e voltar, seja para ir a algum sítio de forma mais prolongada.

Este ano não fizemos planos previamente. Deixámos os dias passar e pensámos “quando chegar à hora logo se vê”. E este método pode, por vezes, dificultar a tarefa de poupar algum dinheiro ou fazer-nos gastar mais dinheiro do que aquele que queremos. Mas, e ou não fosse eu a mestre das pechinchas, até agora temo-nos safado bem (ok, ok, é verdade que ainda só vou no terceiro dia…)! Deixo-vos então algumas das minhas técnicas para ajudar a  que as vossas férias correspondam de forma fiel ao orçamento que têm disponível (e que, no meu caso, é reduzidíssimo, tendo em conta que ainda não trabalho).

  • Levem marmitas de casa: ontem e hoje o plano foi a praia. Este ano só tinha tido oportunidade de lá ir uma ou duas vezes e muito em jeito de fugida, por isso optámos por usar o fim de semana para compensar este fato. Neste contexto, ao invés de almoçarmos nos bares da praia, que por vezes têm os preços bastante inflacionados, decidimos levar a lancheira de casa. Fomos ao Pingo Doce e compramos atum, maionese, delícias, pão de forma, sumos, croissants e fruta. Com 11 euros tivemos comida para os dois dias e ainda evitámos os hambúrgueres e os bitoques da praia (comemos umas sandes de atum que souberam a mel!). E é importante lembrar que o investimento não nos deu só para o almoço! Ainda lanchámos e sobrou comida, que dará para uns snacks nos próximos dias.

 

  • Aproveitem as promoções: as férias exigem sempre algumas compras extra – protetor solar, produtos para o cabelo, creme de corpo… E é útil que se aproveitem as promoções que existem neste âmbito. Tanto o Continente como o Pingo Doce têm sempre promoções semanais bastante vantajosas, existindo sempre produtos de higiene e beleza a metade do preço. E quem fala destes produtos, fala também da alimentação! Opto sempre por aproveitar o que está em promoção, ao invés de trazer os produtos no seu preço normal.

 

  • Fiquem longe dos bares da praia: ter de andar muito faz-nos pensar duas vezes se realmente queremos ir comer aquele gelado… E como nas férias a preguiça é rainha, lá se poupam os dois euros que íamos perder ao dar ao estômago o gostinho de comer um Magnum! Nós optamos por, quando nos apetece muito, comprar um gelado familiar no supermercado e, por cerca de 2 euros, damos uma alegria à família inteira depois do jantar!

 

  • Levem na carteira apenas as moedas para o café: eu até nisso poupo, mas para quem tem o vício do café, esta é uma boa técnica. Ninguém se vai dar ao trabalho de sair da praia para ir a um Multibanco!

 

  • Analisem os sites de escpadas low cost: para quem opta por sair alguns dias, este é um conselho importante. O Odisseias ou o Goodlife são dois sites que diariamente apresentam sugestões de hotéis em todos os cantos do país, com preços bastante apelativos. Comparando com o preço regular dos hotéis, conclui-se que com este método se consegue, realmente, pôr algum dinheiro ao bolso. Se realmente as vossas férias forem num hotel, optem sempre por aproveitar o pequeno almoço que normalmente estes têm disponíveis... Sempre é uma refeição que evitam de fazer fora! Quanto às outras refeições, analisem as opções que têm disponíveis e questionem às pessoas da terra: elas sabem sempre onde se come bem e barato. Podem sempre comprar no supermercado alguns alimentos para os snacks - para evitar gastar exageradamente nos lanches entre as refeições principais!

 

  • Apontem todos os vossos gastos: se forem anotando tudo o que gastam têm uma maior consciência do dinheiro que desperdiçaram… O que fará com da próxima vez pensem duas vezes!

 

  • Deixem as bebidas de fim da tarde para… casa: Se vos apetece muito uma sangria ou uma caipirinha, não corram para o bar da praia. Vai sair-vos caro e se calhar só uma não vos vai encher as medidas. A melhor coisa é, depois de chegar a casa, tomar um banho, preparar uma bebida e… Poupar um bom dinheiro! 

 

  • Aproveitem e sejam felizes: à partida, as férias são apenas uma vez ao ano e como tal queremos sempre aproveitar o mais que podemos. Só temos é que compreender que o aproveitamento dessas férias não tem de estar diretamente ligado ao consumo que fazemos – ser feliz com a simplicidade dos dias e das coisas é, por vezes, a estratégia mais humilde para se ser feliz!

Estas são apenas algumas das técnicas a que eu recorro… Se tiverem mais sugestões, partilhem! Todos os conselhos são bem-vindos… E todas as moedinhas que ficam na carteira também!