Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Neta da Luísa

A Neta da Luísa chama-se Bárbara. Tem 23 anos e um gosto incalculável pela escrita, moda, lifestyle e beleza. Não é uma expert em nenhum dos assuntos, mas tem uma paixão imensa por todos eles.

A Neta da Luísa

À minha mana Marta...

10432996_10153265807400948_422100709224281390_n.jp

 

Hoje é um dia especial: a minha irmã faz anos. Sim, a minha irmã, porque para mim irmãs não são só de sangue, mas também do coração. E esta nem é só do coração, é da família, da infância, das horas difíceis..., de sempre. Com ela aprendi o que devo ser e fazer, mas também o que não devo. Aprendi a tomar exemplos como lição e a guiar-me por caminhos em que sei dizer não. Aprendi a não quebrar laços independentemente da distância e a não deixar morrer ligações apesar da ausência. Com ela eu soube a ânsia que provocam as saudades e descobri a dor que causa a partida. Mas acima de tudo, eu aprendi o prazer do regresso e o conforto da presença. Hoje sei o quanto é bom tê-la por perto, e poder estar aqui para a ver criar a sua família e construir o seu lar. Orgulho-me do seu sucesso na carreira e da determinação com que vai abraçando novos projetos, numa busca incessante de ser sempre mais e melhor - não só para si, mas para os outros. Ela dá mais do que tem, e nunca espera nada em troca. Desfaz-se em mil pedaços para chegar a tudo e a todos – sem nunca se cansar. O coração da minha irmã é uma casa grandiosa que acolhe toda a gente, mesmo os inquilinos que dão motivos para o despejo. É uma mansão capaz de oferecer a quem nela habita paz, amizade, amor, carinho e ternura.

Agora, sei reconhecer o quanto é preciso ser uma mulher de força e coragem para embarcar em novas aventuras, para abraçar novos sonhos e procurar novas oportunidades. Agora, sei que muito do que foste e fizeste contribuiu para seres uma Mulher melhor, uma mãe guerreira, uma filha companheira, uma irmã dedicada e esposa lutadora. E sei também que, apesar da nossa diferença de idades, aquilo que somos e construímos é resistente o suficiente para sobreviver à erosão do tempo, ao passar dos anos e à velocidade da vida. Isto porque há coisas que não são só para a vida - são mesmo eternas - ou seja, permanecem mesmo quando a injustiça do destino tenta dissipá-las no Adeus.

 

Isto tudo para te desejar muitos parabéns e um dia muito feliz.

 

 Amo-te muito mana.

 

1 comentário

Comentar post