Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

A Neta da Luísa

A Neta da Luísa chama-se Bárbara. Tem 23 anos e um gosto incalculável pela escrita, moda, lifestyle e beleza. Não é uma expert em nenhum dos assuntos, mas tem uma paixão imensa por todos eles.

A Neta da Luísa

Ler, Ver e Adorar #7 | Espero por ti

image.jpg

 

Tive uma pontaria do catano! E desculpem começar assim este post, mas é que fiquei mesmo orgulhosa com a escolha deste livro porque só mostrou que os meus feelings raramente me enganam. Encontrei-o no continente há cerca de duas semanas, numa promoção em que alguma literatura se encontrava a 50% de desconto. Li a sinopse e calculei que fosse um romancezinho mesmo ao meu género. Ao início ainda ponderei que fosse qualquer coisa mais para o erótico, graças à bolinha vermelha, uma história de amor assim a roçar as "Cinquenta Sombras de Grey". Mas não. É mais soft e com uma história profunda. Claro, tem aquela parte amorosa e incrível que nos faz navegar nas nuvens mas tem, também, bem mais do que isso. Uma história de vida, um histórico familiar e um drama que nos faz querer sempre ler a página seguinte. Eu não descansei enquanto não acabei. Foram 351 páginas que me conseguiram abstrair do resto do mundo e eu agradeço à autora por isso.

 

SINOPSE | WOOK

 

Candidatar-se a uma faculdade a centenas de quilómetros de casa foi a única forma que Avery Morgansten, de dezanove anos, encontrou para fugir ao acontecimento fatídico que, cinco anos antes, mudara a sua vida para sempre. No entanto, quando se cruza com Cameron Hamilton, um colega mais velho, com um metro e oitenta de altura e uns olhos capazes de derreter qualquer uma, o seu mundo estilhaça-se por completo. Envolver-se com ele é perigoso, mas ignorar a tensão entre os dois parece impossível.

Até onde estará Avery disposta a ir e o que fará para esquecer o passado e viver aquela relação intensa e apaixonada, que ameaça ruir todas as suas certezas e dar-lhe a conhecer um mundo de sensações que julgava estarem-lhe negadas para sempre?

4 comentários

Comentar post